Descendentes 2

Lançamento: Agosto de 2017

Direção: Kenny Ortega

Sinopse: Ben (Mitchell Hope), agora Rei de Auradon, Mal (Dove Cameron), Evie (Sofia Carson), Carlos (Cameron Boyce) e Jay (Booboo Stewart) continuam estudando juntos enquanto vivem grandes aventuras. Entretanto, uma nova ameaça surge quando Uma (China Anne McClain), filha da terrível Ursula, Harry Gancho (Thomas Doherty), filho do Capitão Gancho e Gil (Dylan Playfair), filho de Gastón, decidem arranjar confusão com os amigos.

Confesso que quando assisti ao primeiro filme eu não curti. Tinha pensado que a temática seria interessante, mas passou bem longe disso, sem falar que eles focavam em pontos da narrativa que não tinha nada haver. Cheguei a ficar triste pela personagem Evie não ter um desenvolvimento tão bom como o da Mal. Sem falar que os pais dos descendentes estavam caricatos demais o que me incomodou bastante.

Então demorei um pouco a ter interesse para ver a continuação. É visível a mudança tanto na direção de arte como na forma de condução da história com muitas reviravoltas inesperadas. A nova vila é a Uma, filha de Úrsula, que trás uma oposição muito interessante para a história juntamente com seus fiéis escudeiros o filho do Gaston e o filho do Capitão Hook.

Continue Reading

Casamento Grego 2

Lançamento: Março de 2016

Direção: Kirk Jones (II)

Sinopse: Toula (Nia Vardalos) e Ian (John Corbett) continuam juntos e passam bastante tempo tentando compreender a problemática filha adolescente. Quando os pais de Toula descobrem que sua união nunca foi oficializada pela religião, todos os Portokalos se reúnem para mais um grande casamento grego.

O primeiro filme foi um sucesso estrondoso, e logo as conversar para o filme dois começaram, mas como tudo no cinema é incerto o projeto foi postergando cada vez mais até que finalmente ocorreu. No atual cenário se passaram 14 anos do casamento de Toula com Ian, eles possuem uma filha adolescente chamada Paris (Elena Kampouris).

Num primeiro momento vemos que a relação dos pais com Paris está bem conflituosa, Toula percebe ao longo dos anos que Paris começa a viver a vida dela sem depender tanto da mãe então para poder ficar mais presente ela começa a participar de todos os grupos possíveis de pais na escola dela e isso começa a sufocar Paris. Ao mesmo tempo em que seu pai, Ian, é o diretor da escola.

Também podemos dizer que família grega não dá espaço para Paris e seu avó já inicia logo conversar sobre querer casar ela com algum garoto grego. Para complicar mais, ela está na fase que deve escolher qual universidade deve cursar. Claro que seus pais e sua família a pressionam para ficar nua universidade próxima, mas Paris quer mesmo ir para Nova York, bem longe.

Continue Reading

Mulher Maravilha

Lançamento: Junho de 2017

Direção: Zack Snyder

Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar, certa de que pode parar o conflito.

Ao contrário do que se esperava Diana (Gal Gadot) não foi criada para ser uma incrível guerreira, pelo menos inicialmente. Sua mãe, Hipólita (Connie Nielsen), desejava muito uma filha e quando recebeu esse presente de Zeus, queria que ela apenas observasse e nunca participasse dos treinamentos, mas o sangue de Diana falava mais forte. Então sua tia Antíope (Robin Wright) começou a treiná-la desde cedo, claro que escondido.

Nesse contexto começamos a ver que apesar da estrutura ser bem rígida na ilha de Temiscira, e todas as guerreiras obedecerem fielmente Hipólita, elas também tinham desejos próprios. Diana é um excelente exemplo disso. Cresceu numa ilha habitada e governada por mulheres, treinou dia e noite, e quando um piloto cai no mar de sua ilha ela não pensa duas vezes antes de tirá-lo da água.

Quando Diana começa a conhecer um pouco sobre o mundo exterior através de Steve Trevor (Chris Pine) e também sobre a guerra mundial que estava acontecendo, ela não hesita e decidi ir com ele para acabar com a guerra, indo contra todos os ensinamentos das condutas das amazonas que deveriam ficar na ilha e protegê-la.

Continue Reading

Ressaca de 9 Meses

Lançamento: Maio de 2016

Direção: Gustavo Loza

Sinopse: Maru (Karla Souza), depois de engravidar numa noite de bebedeira com um jovem solteirão (Ricardo Abarca) desempregado e imaturo, está determinada a seguir a tradição e casar-se com ele de qualquer maneira.

Adoro fuçar o Netflix a procura de filmes diferentes e que não tenha tanta fama assim ou nenhuma. E às vezes encontro alguns achados que sempre trago pra vocês. Esse filme é todo em espanhol e quando comecei a ver chega levei um choque. Estamos tão acostumados a assistir filmes estrangeiros em inglês que no inicio é estranho ver um filme em espanhol.

A história começa com uma festa de casamento onde Maru e duas amigas vão como convidadas. Um dos melhores amigos do noivo, Cadáver (Biassini Segura) leva um convidado para a festa, seu amigo Sapo (Ricardo Abarca). Não é revelado o verdadeiro nome de Cadáver, mas o nome de Sapo é Renato. Vemos que as atividades de Cadáver sempre são duvidosas, envolvendo drogas e outras coisas… Então os dois amigos são barrados na porta, apesar de realmente estarem na lista, porém dão um jeito de entrar. Acabam sentando-se à mesa de Maru e quando a festa avança todos saem da linha e bebem demais.

Continue Reading

Power Rangers

Lançamento: Março de 2017

Direção: Dean Israelite

Sinopse: A jornada de cinco adolescentes que devem buscar algo extraordinário quando eles tomam consciência que a sua pequena cidade Alameda dos Anjos – e o mundo – estão à beira de sofrer um ataque sem precedentes. Escolhidos pelo destino, eles irão descobrir que são os únicos que poderão salvar o planeta. Mas para isso, eles devem superar seus problemas pessoais e juntarem suas forças como os Power Rangers, antes que seja tarde demais.

Quem era criança na década de 90 (tipo eu) sabe o tanto que os Power Rangers fazia parte do nosso dia a dia. Quando anunciaram que iriam fazer um novo filme fiquei meio preocupada, porque às vezes o cinema acerta e as vezes erra feio… Além disso, não queria que a história fosse negligenciada como acontece em várias adaptações.

Então eu vi o trailer, esse trailer mudou totalmente a minha perspectiva e pensei que realmente eles iriam fazer algo interessante. Os Power Rangers de antigamente eram os populares da escola e tinham uma ligação que parecia única. Apenas a parte de ser popular não conseguia se encaixar muito na minha realidade em relação a contextualização dos personagens, mas como esse novo enredo parecia trazer uma ideia diferenciada eu fiquei realmente contente.

Como não tinha certeza o quanto de tempo o filme vai ficar no cinema, resolvi ir o quanto antes, fui logo depois da estreia. O cinema estava bem vazio, mas o horário que fui também foi bem a típico, por isso não dá para comparar. Apenas nos Estados Unidos no fim de semana de estreia o filme já arrecadou mais do que os dois filmes anteriores o que é bem positivo para uma continuação.

Continue Reading