Como Eu Era Antes de Você – Jojo Moyes

Editora: Intrínseca

Sinopse: Lou Clark é uma jovem cheia de vida e espontaneidade, que sabe uma porção de coisas. Ela sabe quantos passos separam sua casa do ponto de ônibus. Sabe que adora trabalhar como atendente em um café e sabe que provavelmente não ama seu namorado, Patrick. O que Lou não sabe é que está prestes a perder o emprego, e que isso a obrigará a repensar toda sua vida. Will Traynor, por sua vez, sabe que o acidente com a motocicleta tirou dele a vontade de viver. Ele sabe que o mundo agora parece pequeno e sem graça, e sabe exatamente como vai dar um fim a tudo isso. O que Will não sabe é que a chegada de Lou vai trazer de volta a cor à sua vida. E nenhum deles desconfia de que esse encontro irá mudar para sempre a história dos dois.

Recebi esse livro de presente de aniversário no ano passado e só agora pude ler. Tenho certeza que esse é um acontecimento corriqueiro também com os meus amigos blogueiros literários, todos temos aquela lista infinita de livros e aquela pilha de livros que vamos lendo aos poucos e quando pensamos que está acabando ela cresce de novo rsrs. Mas voltando para o livro, eu preferi ver o filme baseado no livro primeiro (como sempre faço), então como vi o filme este ano resolvi adiantar logo esta leitura. No final da resenha faço uma comparação do livro com o filme e digo o que achei.

Lou Clark já se acostumou na sua vida a ser sempre colocada de lado quando a comparam com sua irmã Treena. Se acostumou também a seu namoro morno com Patrick e sua vida pacata na cidadezinha na qual passou toda sua vida. Seu trabalho no café trazia um pouco de movimento e cor para sua vida, só que quando foi demitida dele seu mundo caiu.

Ela se viu numa situação difícil, o pai estava desempregado, sua irmã trabalhava numa floricultura que pagava muito mal, sua renda ajudava muito e agora precisava encontrar urgentemente um novo trabalho. Como a cidade era muito pequena, havia poucas coisas que ela realmente pudesse fazer e menos ainda que quisesse fazer.

Então surgiu a oportunidade para trabalhar como cuidadora de um tetraplégico. Era mais para fazer companhia e ajudar nos cuidados do dia a dia do que fazer o grosso do trabalho. Inicialmente sua relação com Will Traynor se mostrou bastante complicada. Ele estava disposto a deixar que Lou se mantivesse distante dele das mais diversas formas. Com persistência Louisa foi conseguindo se aproximar e criar uma relação amigável com seu chefe.

Então ela descobre que na verdade o contrato é de seis meses porque Will está determinado a ir para uma clínica na Suíça para se matar. Com o apoio da mãe de Will, Louisa começa a planejar vários passeios e atividades que possam despertar o desejo de viver dele, mas é uma guerra contra o relógio e contra os diversos imprevistos que vão aparecendo.

O livro tem uma diagramação muito boa e também é bem estruturado e dividido. Encontrei alguns erros de português de revisão, mas nada grave. A leitura é um pouco arrastada, é preciso insistir um pouco para ver no que vai dar a história. Esse foi o meu primeiro contato com a escritora Jojo e infelizmente não curti a escrita dela, muitas vezes ficou confusa para mim, mas é claro que é uma opinião totalmente pessoal, sei que existem muitas pessoas que amam seus livros.

Ao contrário do que muitos possam pensar esse livro não é sobre o relacionamento de Will com Louisa, ou sobre a história de Will. Ele é sobre Louisa e também como ela vai amadurecendo e se abrindo para novas descobertas sendo totalmente influenciada pelo Will. Ela é uma pessoa no inicio do livro, e quando termina, mesmo ainda na metade da história, ela já se tornou outra pessoa. Esse processo de amadurecimento é que é interessante de ser acompanhando. Achei o filme do livro muito fiel. Eles conseguiram pegar os fatos mais importantes e elencar uma série de acontecimentos pertinentes. Apesar de não ter gostado muito do livro, não há como dizer que o livro é ruim, ele é bom sim e se você curtir sick-lit ou histórias de transformações de personagens pode gostar bastante dele.

Talvez você também goste...

14 Comentários

  1. Olá, tudo bom?
    Eu peguei para ler esse livro na esperança do personagem ser parecido com um outro personagem (meu crush literário), mas não foi…me decepcionei por esse lado, mas por outro, me emocionei.
    Linda história.
    Beijos
    5 O’clock Tea

    1. Olá Mi,
      Sim, a história trás muitas reflexões e emoções ^^
      Pena que não chegou perto do seu crush literário…
      Bjos

  2. Oi Kelen.

    Como esse livro nunca me chamou a atenção e com isso ignorei todos os trailers do filme eu não sabia que esse livro era um sick-lit, que é um gênero que eu gosto muito, mas como você disse que ele é arrastado vou pensar se vale mesmo a pena.

    Bjs
    http://www.auniversitaria.com

    1. Olá Thássia,
      Eu recomendo que veja o filme, se curtir muito leia o livro.
      Sinceramente, acho o filme suficiente…
      Bjos

  3. Poxa vida, jura que você não gostou muito? Esse livro é o meu preferido de romance! Me envolvi tanto que acho que nunca chorei tanto com um livro na vida hahaha e gostei do filme, mas consegui me sentir bem mais próxima dos personagens pelo livro… Uma pena você não ter curtido a escrita, mas compreendo, porque infelizmente Como eu era antes de você é a única obra da autora que eu gosto, todas as outras eu acho extensas e arrastadas demais.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    1. Sério Carol? Os outros livros são ainda mais arrastados??? ohhhhhhhhh
      Bom saber, pq aí não leio rsrsrs
      Mas fico feliz que tenha curtido, o livro é bem escrito, eu é que acho que não me
      identifiquei tanto assim com a escritora…
      Bjos

  4. Oi Kelen, tudo bem?
    Concordo que a maior parte da história seja sobre a Lou.
    Eu acho incrível ver a transformação que a personagem sofre, o crescimento dela é admirável.
    Só tenho medo de ler as sequências, e acho que nem pretendo. Essa história não precisava de continuação, ao meu ver, sabe? Terminou de modo perfeito e redondinho, como deveria ser.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    1. Olá Priih,
      Também gostei muito da evolução da personagem ^^
      Tenho conhecidos que leram a sequência e não gostaram, talvez seja melhor não ler mesmo.
      Bjos

  5. Eu não li o livro, só vi o filme, mas gostei bastante da atuação da Khaleesi, opa, digo, Emilia Clarke. (Piadinha com Guerra dos tronos, o qual eu totalmente recomendo você ler, Kelen. Tou lendo o primeiro e adorando!)
    Pena que o ritmo do livro não te agradou tanto…
    A propósito, fiquei pensando comigo mesmo, como você arruma tempo pra tanta coisa?? Trabalho, igreja, música, livro, filme, dorama, mangá, videogames, kkkkkkk, seu dia deve ter mais tempo que o meu!

    1. Oi João,
      Se vc já viu o filme nem precisa ler, sinceramente. A não ser que tenha se apaixonado demais pela história aí vale a pena. Ah João eu mesclo bastante sabe, tem dia que vejo dorama, tem dia que jogo e leio. Leio muito no metrô também. Mas até hoje tá dando kkkkkkkkkkkkkk
      Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *