Dramas

Dragon Blood Series – Krating

15/08/2017

Exibição: Maio a Junho de 2015

Diretor: Off Pongpat Wachirabungjong

Canal: Channel 03

Episódios: 10

Sinopse: Toda a família de Chonlathee (Ken Theeradeth) é assassinada, mas ele consegue sobreviver e fugir com seu tio para os Estados Unidos onde seu irmão gêmeo mora. Depois de alguns anos seu irmão morre em um acidente, então Chonlathee resolve tomar a identidade de seu irmão e retorna para sua cidade natal a fim de liderar o segmento da máfia que corresponde a sua família. A partir de então seu nome se torna Tham. Quando retorna ele conhece uma garçonete Yayah (Cherry Khemapsorn) e ela é exatamente igual a sua antiga namorada, que o traiu. Tham fica imaginando que ela pode ser uma espiã e logo fica muito próximo de cada um de seus passos. Enquanto isso Leng (Chai Chatayodom) se mostra ser o vilão desta temporada.

Continuando a série Dragon Blood Series (Mafia Luerd Mungkorn), a terceira sequência é sobre a gangue Krating. Como todas as outras ela começa pela comemoração e vemos a interação de Tham com os demais amigos de infância. O interessante desse drama é que desde o primeiro episódio Tham já sabia quem era seu inimigo e começou a cercá-lo para poder pegar Leng em uma situação comprometedora e limpar o nome de seu pai que foi sujo por Leng. Os pais de Tham foram acusados de venderem ouro falso no mercado e isso era uma enorme desonrar. O animal que marca a gangue de Tham é o touro, ele usa duas facas especiais para lutar que se assemelham a chifres e também usa a pistola.

Nessa confusão de mentiras e enganações temos a chegada de Yayah, uma mulher misteriosa que guarda em seu coração um profundo ódio por Leng. Ela arquiteta toda uma estrutura de vingança pessoal para poder matá-lo. Ela só não contava que Tham chegaria e atrapalharia seus planos.

Como toda série de Dragon Blood, temos um casal secundário que na minha opinião foi o melhor casal da série. Botan (Donut Manasnan) é a dita como a “mulher de Tham” ele a salvou e depois começou a bancar sua vida e até conseguiu um emprego para ela. Os empregados de Tham são extremamente fiéis a ele, principalmente Chieng (Deaw Suriyon) que pode ser considerado seu braço direito e guarda-costas. Mas ele comete um erro, ele se apaixona por Botan, apesar de seu amor ele reprime seus sentimentos, pois sua lealdade vem primeiro. Quando Botan descobre sobre isso ela tira proveito, mas depois as coisas mudam de figura e eles começam um relacionamento verdadeiro.

Vemos nesse drama seus amigos, e também a cantora que sempre está presente, desde a primeira série. Ela sempre faz parte dos momentos mais cruciais da história e dá muito suporte para os protagonistas e coadjuvantes da história.

De todos até agora, esse foi o que eu menos gostei, creio eu porque eles deram muito foco para o sentimento de vingança e também porque não consegui me simpatizar com os protagonistas. A melhor atriz e personagem dessa série para mim foi a Botan. Ela teve várias mudanças e amadurecimentos que me fizeram ver e sentir sua dor de uma forma bem profunda. Seu relacionamento com Chieng também se torna muito fofo, apesar de ter começado de uma forma muito errada.

Também achei esse o drama mais confuso da série, demorou bastante para eu começar a entender o que realmente estava acontecendo e quem era quem. Com isso acabei desgostando ainda mais do casal principal. Por incrível que pareça gostava mais da cenas de Yayah com Leng do que com Tham, me deu a impressão que eles tinham mais substância… Mas pelo que eu ouvi falar essa foi a série mais fraca de todas e a próxima que vou ver e resenhar já sei que é muito boa. O interessante é que sempre pensei que Leng fosse o vilão principal, por essa série dá pra perceber que não é bem assim, então fica a dúvida: quem é então o vilão principal da história?

Pra quem está acompanhando a história é fundamental assistir essa série para poder entender as outras, mesmo porque conseguimos ver uma profunda interação de Tham com Hong (Janie Tienphosuwan) da gangue do Cisne. Então se não verem essa, quando forem ver a da última série que é a do Cisne podem não entender várias relações e conversas. Vou deixar a música que mais gostei dessa série no final do post.

Você pode ler também...

12 Comentários

  • Reply Denise Crivelli Nascimento 16/08/2017 at 12:20 am

    Oi
    não conhecia esse, mas parece ser legal já que envolve gangues e que legal que gostou do casal secundário , uma pena que achou a história um pouco confusa.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:14 pm

      Oi Denise,
      Esse drama faz parte de uma série de dramas que são que focam a história de cada família da máfia. É muito bacana, esse é a terceira família que vi, ainda tem mais duas e todos acontecimentos são interligados.
      Bjos

  • Reply Monyque Evelyn 16/08/2017 at 1:24 pm

    Ainda não assisti!

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:14 pm

      Veja sim Monyque, com certeza irá curtir. É tudo muito bem feito.

  • Reply Sora 17/08/2017 at 12:27 pm

    Oi Kelen!
    Essa série é totalmente diferente do que costumo assistir, mas confesso que fiquei curiosa para conhecer!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:15 pm

      Oi Sora, eu aconselho a vc se aventurar ^^
      Bjos

  • Reply Clayci 17/08/2017 at 12:44 pm

    Sabe aquelas séries que tem tudo que vc gosta, mas vc nem sequer conhecia? hahaha Me interessei <3

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:15 pm

      Bem vinda ao mundo dos Lakorns (dramas tailandeses) ^^
      Bjos

  • Reply Caverna Literária 18/08/2017 at 9:32 pm

    Confesso que nunca assisti séries japonesas (é japonesa? haha), que costumam chamar de dorama né.. Não tive muito interesse até então, mas foi bom conhecer mais de Dragon Blood. Parece uma série com bastante ação e intrigas!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:16 pm

      Oi Carol, é um Lakorn (drama tailandês), não é muito famoso aqui no Brasil. Mas aos poucos tem ficado mais popular. Com certeza tem muita confusão hehehehhe
      Bjos

  • Reply Priih 20/08/2017 at 6:35 pm

    Oi Kelen, tudo bem?
    Não acompanho essas séries coreanas (é coreana, né?), então fiquei meio por fora hehehe 😛
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    • Reply kelen Vasconcelos 21/08/2017 at 12:17 pm

      Oi Priih, não, esse é um lakorn (drama tailandês), normalmente eu marco de onde é os dramas pelas tags, assim fica fácil também para o pessoal conseguir visualizar as outras resenhas da série ou do gênero.
      Bjos

    Leave a Reply