Especial Niver de 7 Anos – Série Mediadora IV – Meg Cabot

Livro:A Hora Mais Sombria
Série:A Mediadora
Editora:Galera Record
Sinopse:Suzannah sofre com sua paixão por Jesse – o fantasma “muito gato e com abdome de tanquinho”, que “vive” assombrando seu quarto. Entre a juventude platinada local, no melhor estilo de OC, a menina tenta se adaptar ao novo colégio e à nova família formada com o segundo casamento da mãe. Entre as recentes amizades e agitos naturais da idade, a menina resolve as pendências do mundo espiritual.
As merecidas férias de verão começaram e por tradição todos os filhos da família Ackerman devem trabalhar ou estudar durante esse período. Suze não gostou nada disso, mas acabou achando um bico ao ser indicada por Soneca para ser babá no Peeble Beach Hotel and Golf Resort, o que não poderia esperar era ter que cuidar de um garotinho de oito anos que também era mediador.
Como uma boa superiora, Suze introduz Jack no mundo dos mediadores, explicando as coisas de uma forma muito superficial. O Padre Dominc estava num retiro para padres e não poderia ajuda-la com isso até retornar. As coisas começaram a ficar meio complicadas quando o irmão de Jack, Paul, começou a dar em cima de Suzannah de uma forma muito insistente.

Enquanto Suze e Soneca estavam trabalhando no Hotel, Mestre estava num acampamento para gênio e Dunga ajudava seu pai a perfurar um imenso buraco no quintal para instalar uma piscina de água quente. Tudo na casa de Suze estava uma grande zona já que sempre era Andy que fazia as refeições… e por causa da obra não tinha tempo para mais nada. Além disso o fantasma da ex-namorada de Jesse apareceu exigindo que Suze interrompesse a obra se não a mataria.
Claro, tudo foi ficando mais e mais complicado a cada capítulo. Até um momento crucial onde Suze se vê sem Jesse, pelo menos por um tempo. Ela surta totalmente e faz uma tremenda loucura para trazer ele de volta para perto dela. Nesse livro podemos ver o tanto que os sentimentos de Suze e Jesse foram colocados a prova e podemos ter a certeza do que cada um sente em relação ao outro, devido as inúmeras situações complicadas que enfrentaram.
Paul para mim é um incógnita. Nada ficou muito claro sobre ele no livro, só possíveis intepretações. Mas digo que não gostei dele! Hehehhe. Parece que vai estar nos outros livros também, então lá vem mais confusão…
Jack é um amor de criança e querendo ou não a influência de Suze na vida dele é fundamental para que finalmente ele possa viver como uma criança normal… Ou pelo menos tentar, já que a vida de um mediador nunca é normal. Além disso, é bem legal ver que Soneca também toma uma atitude mais defensiva em relação a nova irmã, assim como Mestre, deixando claro para ela que sempre que precisasse poderia ajuda-la.

Mas vou dizer viu?! Até quando Soneca ainda vai pensar que Suze faz parte de uma gangue noturna? kkkkkkkkkkk

 
 

Talvez você também goste...

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *