The Last Of Us

the-last-of-us-remastered-1

Essa é a primeira postagem dessa nova categoria. Estão felizes? Eu estou e muito *-* Esse jogo sempre será especial para mim, pois foi o primeiro que joguei totalmente sozinha. Antes havia começado a jogar Uncharted, mas acabei revezando com minha irmã e no final ela continuou e eu preferi jogar sozinha o The Last of Us para depois retornar para o Uncharted jogando do inicio. Então já sabem que deve vir um post nos próximos meses de Uncharted também.

maxresdefault-2

Para quem não sabe, este é um jogo que foi muitíssimo premiado (mais de 200 prêmios) e também é um jogo exclusivo da Playstation. Joguei a versão remasterizada para o PS4, mas antes dei uma olhada na diferença de definição da versão do PS3 para o PS4 e achei bastante satisfatória. Basicamente vemos uma grande diferença na definição dos detalhes.

the-last-of-us-2-infectados1-3

Esse jogo pode ser jogado por até 2 jogadores, mas como joguei sozinha em alguns momentos controlei o Joel (na maior parte na verdade) e em outros a Ellie. Estes são os dois principais. A história é sobre um futuro no qual a população restante enfrenta uma infestação de zumbis. Seria muita negligência reduzir essas criaturas a apenas zumbis, pois há versões de níveis de contaminação. Têm os “corredores” que é o primeiro estágio, os “perseguidores” no segundo estágio, “estaladores” no terceiro e o “verme” no último estágio.

outros-inimigos-4

Mas é claro que não há apenas esses perigos, há os próprios humanos e cada um com suas intenções, nenhuma delas sendo boas. Claro! Joel acaba conhecendo Ellie numa situação um pouco inusitada e por algumas circunstâncias concorda em levar Ellie para uma base de vagalumes. Os vagalumes são a resistência da população, eles lutam contra a contaminação procurando uma cura e também contra o governo por seus atos abusivos.

sarah5

No inicio do jogo tem uma introdução onde conhecemos a história de Joel e de como ele perdeu sua única filha, Sarah. Passados 20 anos, ele vive uma vida totalmente diferente com Tess. Não fica claro qual é exatamente o relacionamento de Joel com Tess, mas imaginamos que ela seja uma amiga íntima ou companheira dele. Como eles foram enganados por Robert, saem em busca das armas e do paradeiro de Robert para um acerto de contas. E assim começa efetivamente o jogo.

joel-and-tess-6

Apesar de ter começado como uma busca por armas perdidas, a história se transforma no trajeto para levar Ellie até uma base dos vagalumes. O percurso é bem longo e eles vão enfrentando muitas situações de extremo perigo. Perdendo e encontrando pessoas pelo caminho. Vale lembrar que nesse contexto de futuro há muitas cidades abandonadas e praticamente não há recursos. Então como o jogo fala várias vezes sobre a munição e podemos dizer que é até um slogan: “Faça cada bala valer a pena”.

corredores-foto-reproducao-7

Em muitos momentos temos que agir furtivamente para matar o inimigo e em outras precisamos usar bombas ou apenas nos desviar com cuidado. O jogo dá dicas sutis de como devemos agir em cada momento. A partir do nível de estaladores, os zumbis não veem mais, então se fizer barulho vão em sua direção, mas se andar devagar pode passar despercebido.

Há várias partes favoritas do game para mim, e uma delas é quando ficamos presos em algum lugar e precisamos dar um jeito de sair. Na maioria das vezes requer muito esforço e raciocínio lógico para montar o plano de saída. Outra parte favorita é quando Joel anda de cavalo com o irmão. Foi uma cena simples, mas tão intimista. Gostei bastante.

the_last_of_us_remastered-8

Outro ponto forte da história é quando Joel começa a ter conflitos com seus sentimentos em relação à Ellie, pois ela é muito parecida com sua filha Sarah. Não estamos falando do físico e sim da personalidade, Ellie realmente é muito parecida com Sarah. Então o pai adormecido acorda para começar a proteger sua “nova filha”. E quando Joel e Ellie percebem claramente esse conflito a coisa pega fogo. O que é mais bacana ainda.

the-last-of-us-video-game-wallpaper-9

O final foi bem satisfatório para mim. Apesar de toda polêmica que a decisão de Joel levanta é impossível não ficar do lado dele. Sei que a Ellie é uma personagem muito querida do jogo, mas o meu favorito sempre será o Joel. O personagem tem uma carga de vida e emoção muito profunda. A Naughty Dog, produtora do jogo, fez um excelente enredo com personagens cativantes e odiosos também, que faz você mergulhar por completo na história.

the-last-of-us-left-behind-review-01-10

Para quem já jogou o The Last Of Us, há um jogo menor chamado The Last Of Us: Left Behind, no qual controlamos a Ellie ao invés do Joel. Nele são contadas duas histórias curtas ao mesmo tempo. Uma parte que não é mostrada no jogo principal e a história de como Ellie entrou nesse mundo, já que viviam numa base militar antes. Há interações completamente diferentes nesse jogo, como brincar com Ellie e sua amiga Riley. De qualquer forma, esse jogo extra preenche várias das nossas perguntas referentes ao jogo principal.

Impossível não gostar desse jogo, dos personagens, da trilha sonora, da interação dos personagens, do incrível roteiro e do final impactante. Há rumores de um segundo jogo, mas não foi nada confirmado ainda. Espero que realmente haja uma continuação, pois motivos para ter uma continuação não faltam.

55

Talvez você também goste...

16 Comentários

    1. Carol, fiquei super feliz de vc também curtir games *-*
      Assim que tiver um ps4 (pensemos positivo) me avisa, e vamos jogar online ^^
      O jogo super vale a pena!
      Bjos

  1. Eu fico impressionada de ver como as coisas evoluem. Na minha época era ostentação ter um Atari em casa e eu tinha. Aí podíamos alugar os cartuchos dos jogos e tínhamos que assoprar o cartucho para fazer o jogo pegar! Hahahahhah
    Hoje em dia é tudo tão real, os jogos tem histórias, envolvem sentimentos…
    Eu adoro zumbis, então se eu gostasse de videogame hoje em dia eu certamente adoraria o jogo!

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

    1. Oi Tamires!
      O meu primeiro game também foi um Atari, mas nunca pude comprar as novas versões. Então pulei de Atari para PS4. E super gostei, mudou muita coisa e para melhor. Além de ter muitas opções de tipos de jogos, o que é muito bacana. Então se resolver tiver um PS4 me avisa para jogarmos oline 😉
      Bjos

  2. Fico feliz de ter participado na sua entrada a esse novo mundo, Kelen!
    ^^
    Ficou ótima sua resenha do Last of Us, que pra mim também é um jogo muito querido.
    Beijos!!

  3. Olá Kelen!!!
    Legal saber dessa sua nova categoria no blog!
    Sempre ouvi maravilhas desse jogo mas acredita que até hoje não o comprei?!?!?
    Adorei a resenha e o fato de quase não ter dado spoiler, principalmente em relação ao final.
    Fiquei ainda mais instigado a jogá-lo depois de sua avaliação. Não deixe de jogar Uncharted pois é uma das melhores franquias da Sony! Já joguei os dois primeiros no meus PS3 (sim, ainda não tenho um ps4) e são realmente muito bons. O terceiro já está na espera.
    Eu não sei se esse jogo já foi remasterizado para PS4, mas se tiver a oportunidade jogue também “Infamous”. É muito bom e é aquele tipo de jogo que vc se envolve muito com o personagem principal e com suas decisões. Pro PS3 são 2 jogos e foi lançado um 3º para PS4!
    Abraços e continue jogando!!!

    1. Olá Junior!
      Tem q jogar Junior, com certeza vai curtir bastante. Ganhei a coleção do Uncharted e só vou comprar o último depois de jogar os outros. Vou procurar pelo Infamous, pode deixar 😉 Se tiver mais indicações é só me passar ^^
      Bjos

  4. Oi Kelen, tudo bem contigo ???
    Eu lembro muito bem de quando The Last of Us foi lançado. Lembro de toda a fama que ele conquistou, de todos os gamers fazendo vídeos e análises do jogo, e lembro de ficar morrendo de vontade de jogar, mas até hoje não tive a chance …
    Na época o jogo só foi lançado para PS4, e eu ainda não consegui comprar um Play para chamar de meu, então fiquei chupando o dedo. Mas assisti vários vídeos de gameplay e análises e, mesmo não tendo jogado, vi que o jogo tinha tudo e mais um pouco, e merecia a fama que conseguiu !!!
    Mas agora que a poeira baixou, percebo que caso tivesse o jogo, acabaria não jogando sabe ??? Ele parece ótimo, mas acho que iria fugir um pouco do meu estilo de jogo, heheeh.
    E quero ver mais postagens como essa viu ?! Adoro falar de jogos !!! *-*

    Beijinhos
    Dá uma Passadinha no Canal

    1. Olá Ryoko!
      Fico muito feliz que tenha passado aqui! Faz tempo q vc não aparece 😉
      Quando comecei a jogar não tinha certeza se iria gostar ou não, mas logo depois dos primeiros 10 minutos é impossível vc desconectar da história. É muito envolvente! Se for
      para vc dar chance para algum jogo exclusivo, te indicaria começar por esse ^^
      Essa é uma nova categoria do blog, fico feliz que tenha curtido ^^
      Vou continuar colocando os jogos a medida que for jogando ^^
      Então não deixe de aparecer por aqui 😉
      Bjos!!

  5. Olá Kelen, sem duvidas a graça do teu blog é o quanto misto ele é. Se encontra de tudo um pouco aqui e acaba atingindo todos os públicos, muito bacana isso!
    Nunca joguei esse jogo, mas pelo enredo parece ótimo en. Sempre dei preferência por jogos que tenham uma boa trama (apesar de que não jogo muito), o que mas gostei de jogar foi Silent Hill, aquele jogo é muito bom. Slander Man também me agradou muito.

    1. Olá Eduardo!
      Não conheço os que você listou, mas creio que sejam de terror. Certo?
      Então você vai curtir demais o The Last of Us, sempre vc se assusta com as
      coisas que vão acontecendo… É muito empolgante e envolvente.
      Assim que tiver uma oportunidade jogue e me conte como foi sua experiência ^^
      Abraço!

  6. Sempre tive vontade de jogar esse jogo, mas ainda não tive a oportunidade. Depois dos seus comentários então, fiquei ainda mais empolgado! Ótima resenha! 🙂

  7. Oi amiga,
    De fato, eu realmente gostaria e muito de jogar esse jogo, ficava morrendo de vontade sempre que conversávamos a respeito. Ele tá na lista com certeza, e quando tiver a oportunidade vou jogar.
    bjus
    Amanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *