Punho de Ferro

Para completar as séries solos dos heróis que fazem parte dos Defensores que a Netflix está produzindo o Iron Fist (Punho de Ferro) foi lançando em março de 2017 na plataforma. Ainda não assisti o Luke Cage, primeiro porque não gostei dele na série da Jessica Jones e segundo porque só tenho ouvido que é a série mais fraca das quatro: Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Iron Fist. Lembro que todos eles são heróis da Marvel e que juntos formam os Defensores, série que irá estrear em agosto deste ano.

Dany Rand (Finn Jones) sofre um acidente de avião com sua família no qual todos morrem menos ele. Os monges resgatam Dany e o levam para K’un-lun um lugar que fica escondido dos homens e sua passagem para o mundo real é aberta de tempos em tempos. Dany recebeu educação e ensinamento dos monges, sendo muitas vezes retratadas como severas.

Continue Reading

Um Perfeito Cavalheiro – Julia Quinn

Editora: Arqueiro

Série: Os Bridgertons

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse parece um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, ela é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, porém, ela consegue entrar às escondidas no aguardado baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois. Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas.

Esse terceiro livro da série segue o padrão de todos os outros, com folhas amareladas e genealogia dos Bridgertons. Ao invés de começar pelo capítulo 1 temos uma introdução de como foi a infância de Sophie. Filha bastarda de um conde, Sophie foi criada como pupila de seu pai aos olhos da sociedade. Apesar de o conde manter as aparências até mesmo dentro de sua residência, todos os empregados sabiam que Sophie era sua filha. A vida de Sophie muda quando o conde trás uma esposa juntamente com suas filhas para viver debaixo do mesmo teto que Sophie. Esta história está parecendo familiar? Com certeza vocês conseguem reconhecer o enredo da Cinderela neste livro.

Infelizmente não são meras coincidências ou referências, tudo o que acontece é exatamente como a história da Cinderela, até mesmo a forma como ela encontra com Benedict Bridgerton no baile. As coisas só começam a se diferenciar quando Sophie vai embora da casa de seu falecido pai e começa a trabalhar em casas de outras famílias para poder se sustentar.

Continue Reading

Uncharted – Drak’s Fortune

Este é o primeiro jogo de uma série exclusiva do Playstation muito bem sucedida criada pela Naughty Dog. Resenhei outro jogo da mesma desenvolvedora de grande sucesso aqui, já faz um tempinho, o The Last of Us. O Uncharted 1 ou Uncharted – Drak’s Fortune foi lançado no final de 2007 e fez um grande sucesso. Sua temática de ação e aventura, acompanhado de um ótimo enredo definiu o inicio de uma franquia de muito sucesso. O jogo vendeu mais de um milhão de cópias em dez semanas.

Resolvi começar a jogar Uncharted pelo primeiro jogo, mas conversando com outros gamers descobri que se tivesse jogado o último jogo da série depois tivesse voltado para jogar o primeiro teria tido uma grande decepção em gráfico e história também. Já esperava que os gráficos do Uncharted 4 (último jogo da série) fossem espetacular, e como não queria ter esse choque nunca assisti nem o trailer dele, foquei mesmo em começar pelo inicio da série.

Como não tive esse choque em relação ao gráfico, pude curtir muito mais o jogo. Drake é um caçador de fortunas e o jogo começa com ele e Elena num barco desenterrando um caixão de um suposto antepassado de Drake no meio do oceano. Elena é uma repórter que pegou os direitos de publicação da história de Drake por isso o programa dela está financiando a “expedição” em busca do corpo de um famoso explorador Sir Francis Drake.

Continue Reading

O Jardim das Palavras – Makoto Shinkai

Tendo Kotonoha no Niwa como nome original, O Jardim das Palavras é um filme de animação que foi lançado em 2013 e posteriormente se tornou um mangá de volume único. Só fiquei sabendo da existência do filme depois que já tinha lido todo o mangá. Quando comparei a arte da animação com a arte do mangá achei tudo muito similar o que me deixou feliz, por terem conseguido manter os traços da história de uma forma bem fiel.

No inicio do mangá há algumas páginas em papéis especiais e coloridos. Ele foi publicado pela editora New Pop e todo o material é de ótima qualidade. Não é daqueles papéis que parece jornal, como já vi em vários mangás por aí, o que me deixa muito triste, pois eles não valorizam todo o trabalho realizado para a execução de um mangá. A história é de Makoto Shinkai e a arte é de Midori Motobashi.

A história começa de uma forma muito simples, mostrando um dia comum na vida de Takao Akizuki, um estudante do ensino médio que cabula aula de manhã quando chove. No inicio do dia do primeiro capítulo estava chovendo, então Takao vai a um lugar calmo para sentar e desenhar sapatos, sua grande paixão. Takao só não contava que iria conhecer uma mulher estranha que nos dias de chuva também iria para aquele mesmo lugar beber cerveja e comer chocolate.

Continue Reading

Doctors – K-drama

Exibição: Junho a Agosto de 2016

Diretor: Oh Choong Hwan

Canal: SBS

Episódios: 20

Sinopse: Yoo Hye Jung (Park Shin Hye) era uma menina problemática na High School com uma personalidade espinhosa, gangster. Devido a suas muitas cicatrizes da infância, Hye Jung mantém seu coração fechado para outras pessoas. No entanto, ela muda depois de conhecer seu mentor Hong Ji Hong (Kim Rae Won), que desempenha um papel fundamental na transformação de sua vida de um delinquente “sem esperança” para um médica compassiva. Eles se separam posteriormente, mas se reúnem depois de 13 anos, quando Yoo Hye Jung se torna médica.

A sinopse desse drama é bem simples e até parece que não há tanto conflito na história. Hye Jung é incompreendida por seu pai, e depois de ter sido expulsa por outra escola ele a leva para morar com sua avó paterna. Ela acompanhava desde muito cedo todas as brigas que sua mãe e seu pai tinham por causa de uma amante. A forma como a mãe dela morreu não é explicada no drama, mas depois que morreu seu pai casou com a amante e teve uma nova filha. Naturalmente Hye Jung não aceitava a madrasta e se fechou em seus sentimentos.

Hye Jung é largada na porta da casa de sua avó por seu pai e continua o ciclo destrutivo no qual vivia. Faltando a escola, roubando, se metendo em confusão, mentindo para sua avó. Ela não contava que seu novo professor de turma moraria na casa dos fundos de sua avó, o primeiro encontro deles é bem espinhoso e sua relação leva um tempo para começar a ser desenvolvida, porque naturalmente Hye Jung estava contra tudo e contra todos.

Nos primeiros capítulos é bem evidenciado o sentimento de abandono que a personagem sente. Ela mesma fala disso várias vezes para avó, até descobrir que foi a avó quem pediu para o pai a trouxesse para ela. A avó queria criar a neta com amor, porque tinha visto que ela não estava sendo amada e crianças tinham que ser criadas sendo amadas como crianças preciosas.

Continue Reading