Punho de Ferro

Para completar as séries solos dos heróis que fazem parte dos Defensores que a Netflix está produzindo o Iron Fist (Punho de Ferro) foi lançando em março de 2017 na plataforma. Ainda não assisti o Luke Cage, primeiro porque não gostei dele na série da Jessica Jones e segundo porque só tenho ouvido que é a série mais fraca das quatro: Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Iron Fist. Lembro que todos eles são heróis da Marvel e que juntos formam os Defensores, série que irá estrear em agosto deste ano.

Dany Rand (Finn Jones) sofre um acidente de avião com sua família no qual todos morrem menos ele. Os monges resgatam Dany e o levam para K’un-lun um lugar que fica escondido dos homens e sua passagem para o mundo real é aberta de tempos em tempos. Dany recebeu educação e ensinamento dos monges, sendo muitas vezes retratadas como severas.

Dany acaba sendo escolhido para passar por uma provação na caverna do dragão Shen Long e é agraciado com o punho de ferro. O guerreiro que recebe o punho de ferro tem a obrigação de guardar a passagem de K’un-lun e protege-los do Tentáculo. Mas Dany sentia a necessidade de se reencontrar com o seu passado e obter explicações, principalmente sobre a morte de seus pais, então depois de 15 anos a passagem é aberta e ele foge de K’un-lun e retorna para Nova York onde é quando a história realmente começa.

Tudo o que expliquei a cima não é claro no inicio da série, mas com essa explicação fica melhor para entender os episódios. É perceptível como Dany é ingênuo e manipulável e isso pode dar um pouco de raiva nos primeiros episódios da série, mas aos poucos ele vai ficando mais esperto em entender os acontecimentos e sentimentos das pessoas a sua volta.

A personagem que mais gostei foi sem dúvida a Colleen Wing (Jessica Henwick), achei a atuação dela muito boa, principalmente porque no inicio parecia que ela simplesmente existia na história para ser o interesse romântico do Punho de Ferro, mas depois foi mostrado que ela era muito mais que isso. Fiquei um pouco triste de não terem aprofundado na história dela, realmente queria mais informações.

Muitas pessoas têm reclamado dessa série e principalmente das cenas de luta de Kung Fu, não vou negar, elas são muito fracas e eu esperava muito mais, além do personagem Dany não ser tão interessante quanto a própria personagem Collen.

O primeiros episódios são muito arrastados e muitas vezes você não entende como Dany chegou em determinados lugares, ele simplesmente aparece. Além da história dos irmãos te irritar mais do que te deixar curioso. O elenco não foi muito bem escolhido, porém melhores atuações além da Collen, ficam por conta da enfermeira Claire Temple (Rosario Dawson) e da Gao (Wai Ching Ho) que continua dando o show de sempre.

No geral a história vai melhorando muito, mas você tem que insistir um pouco e não ligar para o péssimo desempenho de Finn Jones. Eu me concentrei mais na personagem Collen o que me deu curiosidade de ver a série até o final. No último episódio é deixado um bom gancho para a segunda temporada da série e essa parte realmente ficou interessante. Espero que na série dos Defensores Finn Jones possa melhorar em atuação porque se não podemos ter uma equipe onde o importante não é a equipe e sim o Demolidor e a Jessica Jones, os outros atuarem mais como coadjuvantes do que principais. De qualquer forma recomendo que assistam a série, mesmo porque é um pré-requisito para poderem ver Os Defensores.

Talvez você também goste...

11 Comentários

  1. Oi
    falta assistir essa, mas acabei dando uma desanimada por conta dos comentários negativos, mas ainda vou conferir. Ao contrario de você eu gostei de Jessica Jones, mas espero que defensores seja melhor.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    1. Oi Denise,
      Pra mim falta o do Luke. Mas você me entendeu errado Denise, a melhor de todas as quatro séries para mim é da Jessica Jones. Eu não gostei foi da segunda temporada do Demolidor e de como abordaram a personagem da Elektra ^^
      Bjos

  2. Oi Kelen, tudo bem?
    Discordo, acho que Luke Cage ainda é melhor que Punho de Ferro.
    Como você mencionou, o início da série me deu mais raiva que curiosidade haha! Era muito tosco! E os efeitos especiais no final (em K’un-Lun) eram sofríveis. 🙁 Espero que melhore em Os Defensores.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    1. Oi Priih!
      Q bom q vc acha que o Luke Cage é melhor, ainda não vi, então não posso dizer a minha opinião…
      Realmente os efeitos especiais das lutas e as próprias lutas estavam ruins.
      Espero que nos Defensores eles venham a seguir a linha da série da Jessica Jones ^^
      Bjos

  3. Essa série faz parte da lista “comecei a ver e ainda não acabei”, não que a série seja ruim, apenas não me prendeu a ponto de vê-la em pouco tempo. Acho que o problema esta mais em mim do que na série kkkkkkkkkkkkkk
    Mas fiquei com vontade de terminar depois de ler tua resenha.
    Eu achei que punho de Ferro em questão de comentários foi mais massacrada do que Luke Cage, achei que a repercussão negativa foi maior. Estou ansioso pra ver como vai ficar “Defensores”, estou com boas expectativas. Antes de começar eu pretendo terminar punho de ferro, assim espero kk.
    https://somaisumaleatorio.wordpress.com/

    1. Oi Eduardo,
      Realmente do meio pro final a série melhora. Tenho q ver logo Luke Cage para poder enfim, comparar rsrsrs.
      Eu também estou com boas expectativas para os Defensores ^^
      Boa sorte com o cronograma, eu tenho q agilizar o meu também ^^
      Bjos

    1. Oi Jéh,
      Sei como é, mas vale lembrar q para entender a série dos Defensores tem q ter visto as séries solos primeiro 😉
      Eu também tô na luta, ainda falta Luke Cage kkkkkkkk
      Bjos

    1. Oi Carol,
      É os primeiros episódios deixaram a desejar pra mim, mas ouvi de outras pessoas que amaram…
      Então vale uma tentativa ^^
      Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *